mormon.org Mundial
Caio Keller Santana de Sousa: missão, missionários, amor ao próximo, serviço, evangelho, Pregar o evangelho, Mórmon.

Oi, eu sou Caio Keller Santana de Sousa

Sobre mim

Tenho 18 anos e frequento a igreja desde meu nascimento. Trabalho em uma papelaria para juntar dinheiro para a missão. Toco violino, jogo futebol, gosto de sair com amigos... São coisas que gosto batente.

Por que sou mórmon?

Quando nasci meus pais já eram membros, no entanto com o passar dos anos e com a maturidade sendo alcançada fiz minha escolha... permanecer no evangelho. Fiz tal escolha e a faço até hoje por amor ao meu Deus. Sou eternamente grato a ele por suas infinitas bênçãos em minha vida e na vida de meu próximo. Adquiri meu testemunho sobre a Igreja depois de muito esforço, apenas com 17 anos o obtive. Antes dos 17 anos eu já sentia que a igreja era " diferente " de tudo, mas minhas escolhas e atitudes só me permitiram ter a certeza da veracidade deste evangelho aos 17 anos. Tal testemunho só pode ser obtido com um minucioso estudo do Livro de Mórmon, que é, sem dúvida, um registro inspirado por Deus.

Histórias Pessoais

Como o Livro de Mórmon o aproximou mais de Deus?

O Livro de Mórmon é um registro de um povo antigo e é inspirado por Deus. Os ensinamentos ali encontrados ajudam qualquer um a se aproximar de nosso Pai Celestial, basta apenas ter o desejo. Inúmeros são os exemplos que podem ser citados, como por exemplo a história de Enos. Se você deseja adquirir um testemunho, não há maneira melhor do que fazer como Enos, ajoelhar-se e rogar a Deus. E como isso me aproxima de Deus ? Ao buscar fazer o bem, assim como muitos no Livro de Mórmon, iremos instantaneamente nos aproximar de nosso Pai. Ao fazer o bem continuamente estaremos mais próximos das influências de Dele. E esta é uma das maravilhosas coisas que o Livro de Mórmon ensina : Fazer o bem continuamente.

Como vivo minha fé

Fui presidente dos diáconos, mestres e assistente na presidência dos sacerdotes ( diáconos, mestres e sacerdotes são as classes dos rapazes, de acordo com a idade de cada um ). Fui líder de acampamentos, presidente da classe do seminário, professor dos jovens, assistente na História da Família da estaca, mestre familiar, missionário de ala... Tudo isso me fez ser quem sou hoje. Sou muito grato e feliz por ter tanta proximidade com os membros da Igreja. Amo-os demais.