mormon.org Mundial
Mateus: Evangélico, Missionário, Protestante, Bolívia, Brasil, Missão, Mórmon.

Oi, eu sou Mateus

Sobre mim

Nasci em berço evangélico, meus pais são pastores de outra denominação. No inicio de minha conversão a Igreja SUD, foi muito complicada. Porém, hoje meus pais me apoiam, embora tenham a religião deles. Atualmente estou aguardando minha ida a missão, poder pregar o evangelho as pessoas, convidarem a chegarem-se a cristo. Irei servir na Bolívia, local onde nasci. Sou muito grato por esta oportunidade.

Por que sou mórmon?

Nasci, na Igreja Protestante. Desde pequeno ouço o evangelho de Jesus Cristo relatado na Bíblia. Meus pais são líderes religiosos. Aos 18 anos, através de meus amigos conheci a "Igreja Mórmon" onde obtive o testemunho do evangelho restaurado. Embora tendo esse testemunho, tomar a escolha de se batizar foi muito difícil, simplesmente falar para meus pais que iria para outra Igreja, não foi uma tarefa fácil. Porém o Senhor me deu auxílio para falar e me capacitou. Hoje embora tenha algumas adversidades, não tenho problemas sérios como antigamente. Atualmente meus pais embora discordem de minha crença, eles me apoiam e estão comigo sempre. E no momento conto os dias para poder servir, na obra missionária da Igreja. Sei que este evangelho mudou minha vida e minha família, não há dúvidas de que ele é verdadeiro, tenho certeza disso. E com esta certeza, que vou ser missionário da Igreja no período de 24 meses. Da mesma foram que mudou minha vida, tenho certeza que irá mudar a vida de outras famílias.

Histórias Pessoais

Poderia falar um pouco sobre seu batismo?

Estava com muito medo, na época de meu batismo meus pais definitivamente não concordavam em NADA, literalmente. Realmente os problemas eram grandes. Porém eu tinha a certeza de que deveria me batizar, então marquei a data para o meu batismo. Sem saber se eu ia conseguir sair de casa, apenas marquei. E ao chegar o dia simplesmente tudo deu certo, nada me impediu e nenhum problema surgiu para que me impedisse. Foi muito bom, não me arrependo de ter tomado essa escolha e, ter me batizado sem o conhecimento de meus pais. Mais tarde eles souberam porém deu tudo certo. O Senhor me ajudou muito. :D

De que maneira suas orações foram respondidas?

Através da oração, obtive o testemunho da veracidade do Evangelho Restaurado ;) Através da oração, meus pais hoje me apoiam e estão comigo em minhas decisões na Igreja. Sei que a oração é o meio na qual nos comunicamos com Deus, e não há dúvidas de que foi Ele que me ajudo nestes problemas (:

Por que os mórmons saem em missão?

Vou dizer porque eu vou sair em missão, minha opinião :) Simplesmente este evangelho mudou a minha vida, meu relacionamento com meus pais, minhas atitudes, meu pensar. TUDO Então me faço a pergunta, "Se foi ótimo em minha vida... Por que não seria na vida de outras pessoas?" ou... "Quantas pessoas será que necessitam desse evangelho..." Nestes pensamentos, que posso dizer que eu vou servir missão pois mudou a minha vida e vai mudar a vida de outros tenho certeza.

Como o Espírito Santo lhe ajudou?

Quando tive que falar com meus pais, de que queria ser "Mórmon", fiz uma reunião familiar onde todos sentamos em um círculo. E compartilhei uma mensagem sobre Fé, logo após falei sobre minha decisão... No momento que fui falar sobre a Igreja, e sobre minha escolha, percebi que o Espírito Santo me auxílio nas palavras certas que deveria dizer a minha família. Foi inexplicável o momento. Da mesma forma ocorreu quando tomei a decisão de servir missão e novamente o Espírito Santo me ajudou em TUDO que iria falar. Foi sensacional haha ^^

Como vivo minha fé

Atualmente, sirvo na igreja com dois chamados. Secretário Executivo, onde auxílio meu bispo em tudo que ele precisa, é gratificante pois é maravilhoso perceber o quanto o meu bispo se preocupa com os membro de nossa ala. E também como Consultor Adjunto dos Rapazes, trabalhar com os rapazes é ótimo, poder auxilia-los em seus problemas e dar conselhos pelos problemas que já passei. Também dou aula para eles, onde muitas vezes acabo mais aprendendo com os rapazes do que ensinando. Realmente é um chamado na qual me orgulho muito.