mormon.org Mundial
Rapha Barreiro Silva: professora, esposa, mãe, adolescentes, filhos, servir, Mórmon.

Oi, eu sou Rapha Barreiro Silva

Sobre mim

Sou mãe de duas crianças lindas e passo muito tempo com elas. Sou grata ao Pai Celestial por ter me dado a oportunidade de ficar mais tempo com meus filhos e podendo participar do crescimento deles. Dou aulas para adolescentes e consigo ver a diferença que o evangelho faz na vida das pessoas. Convivo com jovens que desejam ter mais atenção de seus pais, que sentem falta de amor, e quando vejo tudo isso tento fazer a diferença na vida deles e principalmente tento dar mais amor e felicidade a meus filhos.

Por que sou mórmon?

Nasci dentro do evangelho, por alguns anos fui a igreja pelo exemplo de meus pais, mas em um determinado momento da minha vida percebi que deveria ir a igreja por mim mesma. Busquei meu próprio testemunho, quis saber por mim mesma porque o evangelho de Cristo era importante na minha vida e consegui descobrir tudo isso. Descobri que tenho um Pai amoroso ao meu lado, que me ajuda todos os dias. Tudo que tenho hoje é porque sei que o evangelho é verdadeiro, porque acredito em um Deus vivo, que me ajuda todos os dias de minha vida. Sou mórmon porque sei que um dia estarei novamente com o Senhor e terei minha família eternamente ao meu lado. Sou mórmon porque o evangelho me traz felicidade, porque ele me faz querer ser melhor, porque ele me da a dadiva de ter dois filhos maravilhosos.

Histórias Pessoais

Consegue pensar em um desafio específico na sua família que os Princípios do Evangelho ajudaram vocês a sobrepujar?

O maior desafio que já passei em minha vida foi a gestação do meu primeiro filho. Foi uma gravidez planejada e esperávamos muito por isso. E quando descobri que estava gravida muitas coisas aconteceram. Tive muito sangramentos, tive que ir toda a semana para o hospital achando que estava perdendo meu filho, e em um dia uma medica me examinou e perguntou se eu acreditava em Deus, porque somente ele poderia me ajudar, a medicina já havia feito tudo o que podia. Tive que ficar três meses de cama para poder segurar meu filho dentro de mim. Meu esposo e eu oramos muito, ele me deu muitas bencaos do sacerdócio, li muitas mensagens inspiradoras da igreja e tinha muita fe no Senhor. Sabia que a vontade do Pai seria feita e que deveria me esforçar, dar o meu melhor e apenas esperar. Nunca deixei de acreditar que junto do Senhor meu filho se salvaria. E isso aconteceu ele sobreviveu a tudo, e hoje ele corre pela casa, brinca, como se nada tivesse acontecido. Amo este evangelho, porque por meio dele vencemos nossos desafios.

Como vivo minha fé

Adoro servir na Igreja, gosto quando as pessoas me pedem para fazer alguma coisa, porque sei que estou sendo útil e principalmente porque sei que vou adquirir algum conhecimento fazendo o que me pedem. Atualmente dou aulas para os jovens adultos solteiros de minha ala. É maravilhoso aprender mais do evangelho junto deles. Me esforço para dedicar os domingos plenamente ao Senhor, indo as reuniões, lendo mensagens da Igreja e conversando com minha família. Toda segunda-feira fazemos reunião familiar em casa, e com duas crianças pequenas não é fácil, mas como é gratificante quando terminamos uma reunião em família e percebemos que nossos filhos aprenderam do jeitinho deles o que queríamos ensinar. Como vida de mãe é muito corrida, tenho um caderno onde anoto tudo o que tenho que fazer no dia, e além das tarefas cotidianas, não me esqueço dos assuntos espirituais. Leio O Livro de Mórmon, as mensagens da revista A Liahona e outras mensagens da igreja. Busco sempre ir a igreja aos domingos preparada, estou me esforçando em estudar o que sera dito, para que eu possa tirar minhas possíveis duvidas e ate mesmo acrescentar ao nas aulas. Todos os dias busco ensinar meus filhos ao da igreja.