mormon.org Mundial
Luiz Henrique: Estudante, Desenhista, Violino, Designer, Break-Dance, Luiz, Mórmon.

Oi, eu sou Luiz Henrique

Sobre mim

Sou Luiz Henrique. Sou desenhista, escritor, Designer de Games, toco violino e fui missionário de tempo integral em Salvador por 2 anos. Gosto muito de desenhar e de ler. Gosto de usar a minha imaginação para escrever estórias fantásticas (pelo menos eu acho elas fantásticas....) e para me divertir. Sou membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias desde que eu me conheço como pessoa. Meus pais conheceram a Igreja antes deu e meus irmãos nascermos. Sou muito grato em poder crescer nesse evangelho maravilhoso. Faço faculdade de Animação e minha maior paixão é desenhar, digamos que o meu "vício" é desenhar. Gosto de ouvir música clássica e gosto de alguns outros estilos de música como rock, break-dance, hip-hop e JP rock. Meus pais tiveram uma grande influência no meu gosto musical, eu cresci ouvindo Mozart etc. Gosto de dançar Break e alguns outros estilos de dança. São tantas coisas que eu gosto de fazer que eu não vou conseguir escrever aqui. ^^

Por que sou mórmon?

Eu sou mórmon porque eles possuem a verdade. As coisas são realmente inspiradas e meus pais sempre procuraram me ensinar as coisas certas e na Igreja, essas coisas também nos são ensinadas. Lá dentro todas as pessoas são voluntárias e elas trabalham com a real intenção de servir as pessoas. Mas o principal motivo é que quando eu tinha 14 anos, eu passei por uma faze de depressão e eu estava muito mal e estava começando a desacreditar nas coisas que eu havia aprendido desde pequeno. Certo dia, eu decidi ler o Livro de Mórmon novamente, só que desta vez sozinho. Quando eu comecei a ler eu devorei o livro e o li em alguns meses. No final do livro ele nos desafia a perguntarmos a Deus se essa coisas não são verdadeiras. Eu queria saber se era verdade e eu queria que Deus me ajudasse, eu na verdade, eu queria saber se Deus realmente existia. Então eu me ajoelhei e ofereci ao Senhor os desejos de meu coração. Eu perguntei "Pai Celestial, se tu realmente existe eu quero que me dê um sinal. E esse sinal que eu quero e que irá provar para mim se tu existe é: Essas coisas que eu aprendi desde pequeno e o Livro de Mórmon realmente são verdadeiras? Por que se não for, me diga agora que eu vou deixar de segui-las e eu irei buscar ao Senhor." Apesar de ser muito jovem, eu me preocupava com a salvação de minha alma. Bem, depois que eu perguntei isso, eu senti meu coração queimar como uma fornalha. Meu corpo inteiro começou a ficar quente e depois eu senti alguém me abraçar e sussurrar no meu ouvido: "Meu filho, essas coisas são verdadeiras e tu sabes, por que duvidas?" Depois disso, senti uma coisa tão forte que eu nem sei como descrever. Quando abri os olhos, estava chorando e depois desse dia eu havia realmente me convertido. Não culpo aqueles que não acreditarem em mim, mas eu de fato havia sentido isso e Deus o sabia e ele não pode negar.

Como vivo minha fé

Como eu vivo a minha fé? Bem, isso é simples. Eu simplesmente faço de tudo para ajudar as pessoas. Parece ser simples, mas as vezes não é. Eu procuro fazer tudo o que Cristo nos ensina e procuro fazer 100% das coisas. Não vou dizer que faço os 100%, até porque se eu fizesse os 100% eu seria perfeito igual a Cristo. Quando eu erro procuro me arrepender logo em seguida e não faço mais aquela mesma coisa. Eu quero ser como Cristo e procuro seguir todos os seus passos. Eu quero amar a todos tal como ele sempre amou. É meio difícil fazer isso hoje que qualquer coisa as pessoas querem xingar você etc.. Eu gosto de tratar as pessoas como eu gostaria de ser tratado, isto é, bem. Na Igreja temos uma responsabilidade de visitar as pessoas e eu sempre gostei de fazer isso. Gosto de ajudar a todos, se possível, as vezes não consigo ajudar a todos e fico muito triste pela a minha incapacidade, mas um dia eu poderei ajudar a todo mundo.