mormon.org Mundial
C. Eduardo: Estudante, Esportes, Engenheiro, Converso, Templo, Família, Mórmon.

Oi, eu sou C. Eduardo

Sobre mim

Em agosto de 2014 eu me formei em engenharia da produção. Foi um passo importante na minha vida profissional. Algo que eu faço bastante é ajudar os missionários , principalmente na questão de acompanhá los em algumas de suas visitas diárias. É um exercício espiritual maravilhoso e também muito proveitoso para aprimorar o conhecimento do evangelho. Por mais que meus pais não sejam membros, apenas minha irmã,tia e primos, nunca enfraqueci os passos, jamais desisti de frequentar a casa do senhor e eternamente serei um membro ativo, pois minha felicidade maior é poder agir como o salvador, pensar como o salvador, falar como o salvador e ser o mais semelhante possível para com ele. As escrituras são como a água pura e limpa: sempre nos purificará,se procurarmos ler diariamente. Sou feliz! Sou mórmon! Sou SUD!

Por que sou mórmon?

Sou mórmon, porque o senhor mostrou me uma nova oportunidade de viver, oportunidade única e de ouro, pois sei que no passado fui infeliz em minhas escolhas. Isto não se relaciona com a denominação anterior que frequentei, mas sim com as amizades que não querem o seu bem. Você pode imaginar que um pessoa que sempre se esforçou a viver os mandamentos, que sempre procurou ajudar a obra do senhor, jamais poderia ter feito uma escolha tão ingênua na vida, mas pode ter certeza que isto aconteceu. Sair para locais que só trazem doenças espirituais foi a escolha e o dinheiro tornou se uma passagem quase sem volta para o pecado moral. Mas o senhor nunca me abandonou e mostrou me sua morada para que eu pudesse visitá la e sentir seu amor maravilhoso. Sou grato ao pai celestial por ter um testemunho vivo sobre o seu evangelho e sei que minhas boas ações sempre serão abençoadas.

Como vivo minha fé

Eu vivo minha fé compartilhando o evangelho com o maior número de pessoas no dia, pois sei que este trabalho é bastante gratificante. Ler as escrituras, frequentar a igreja, frequentar o instituto, fazer as visitas de mestre familiar, frequentar o templo, fazer as ordenanças do templo, jejuar, orar, exercer os chamados da igreja, participar das conferências, das devocionais, até mesmo estar nos bailes e outros eventos, conversar com os amigos a respeito do salvador, ponderar os ensinamentos do evangelho são apenas as metas simples que devemos fazer regularmente. O mais difícil é se esquecer do que nós temos, importantemente a vida, algo que o senhor nos deu e dinheiro algum pode pagar.