mormon.org Mundial
William Mercês: familia, filhos, missionário, William Mercês Silva, Mórmon.

Oi, eu sou William Mercês

Sobre mim

Tenho sete irmãos mais novos e uma irmãzinha e por isso minha vida é bem animada. Sou desenhista e retratista, gosto muito de escrever, ler, tocar violão, contar histórias e me divertir. Sou fascinado por tecnologia por isso estudei eletromecânica no IFBA. Hoje, aos 19 anos, sou missionário de tempo integral.

Por que sou mórmon?

Sou mórmon por que esse é o caminho de felicidade preparado por Deus para cada um de seus filhos. Minha família é extremamente abençoada com o evangelho, que nos faz ter muita união, paz, sabedoria e segurança. Um lar onde o pai e a mãe se amam, e estendem esse amor aos filhos, onde os irmãos são melhores amigos e onde o Espirito do Senhor reina, é bem nítida a mão de Deus em nossa grande família, através das bençãos do evangelho e da igreja. Sou Mórmon por que sei que Deus vive e espera que eu, bem como seus outros filhos na terra, sejam "mórmons" ou "Santos dos Últimos Dias", ele me revelou isso através da minha oração sincera, após estudar a igreja, o evangelho e as escrituras, em especial O Livro de Mórmon e o Novo Testamento, perguntei a Ele, e Ele me revelou sua vontade. Essa experiência sagrada somou-se a outras experiências e, a medida que estava disposto e realmente vivia cada princípio do evangelho que aprendia, meu testemunho passou a crescer e se solidificar. Aprendi a ser como o Salvador fazendo o que Ele fez, por isso sou feliz como Ele é. Isso é ser um "mórmon".

Histórias Pessoais

O que vocês estão fazendo para ajudar a fortalecer sua família e torná-la bem-sucedida?

Acreditamos que temos um profeta vivo hoje na terra. Esse profeta é também o Presidente da Igreja e incentiva todos os membros a fazerem uma noite familiar a cada segunda-feira, um passeio familiar a cada semana, uma oração e estudo das escrituras em família diários e uma noite do casal, geralmente ás sexta-feiras. Somos ricamente abençoados por seguir este conselho do Profeta, sendo uma prova a mais de que ele é um homem inspirado por Deus. A cada segunda-feira, podemos cantar e orar juntos, ouvir o que as crianças aprenderam na escola, igreja, atividades especiais que fizeram, eles demonstram seus talentos, expõem sugestões e dúvidas, aprendem com seus pais e irmãos mais velhos, e nos ensinam verdadeiras lições, e nos divertimos com eles. Aprendemos a cada dia na leitura das escrituras em família, onde todos, inclusive os pequeninos leem, e eles tambem tem oportunidade de participar das orações familiares

Por que os mórmons fazem o trabalho de história da família ou genealogia?

Os mórmons amam a família e praticamente todas as suas atividades são voltadas para a família. Cremos que a família é a unidade principal e fundamental do reino de Deus, que foi o próprio Senhor quem a instituiu e é através dela que podemos alcançar a maior alegria desta vida e da eternidade. Acreditamos em famílias eternas, ou seja, através do que chamamos de Casamento Celestial ou Selamento, algo encontrado apenas nos templos da Igreja de Jesus Cristo, se formos fiéis, poderemos viver em famílias no reino celestial, e por isso procuramos saber o máximo de nossos antepassados, nos identificando com eles, aprendendo sua história, que é a nossa história. Cremos que esse trabalho é parte da profecia do Velho Testamento, que diz: "Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor; E ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a seus pais..." Malaquias 4: 5-6

Como vivo minha fé

Em minha comunidade da igreja, atuei como Presidente da Organização dos Rapazes, com idade entre 12 e 18 anos, até ser chamado para servir por dois anos como missionário de tempo integral em outro Estado. Os Rapazes tem uma aula semanal cada domingo onde eles aprendem e ensinam o evangelho, fazem metas e relatam experiências. Uma noite por semana eles tem uma atividade de aprendizados diversos, chamada Mutual, onde eles podem compartilhar seus talentos, ideias e tem oportunidades de servir ao próximo e se divertirem juntos. Essas duas atividades, em conjunto com os acampamentos e outras atividades os ajudam a aprender habilidades necessárias para uma juventude feliz, e para estarem preparados para serem missionários por dois anos, como eu, e depois maridos e pais justos e bondosos, profissionais e cidadãos de excelência, e líderes da igreja. Ao servir com cada jovem filho de Deus, pude testemunhar a divindade deles, e ver como o evangelho abençoa cada um deles, suas famílias e a mim mesmo através deles. Hoje sou missionário, uma espécie de professor ambulante que ajuda as pessoas a aprenderem e prepararem-se para se tornarem membros da Igreja de Jesus Cristo. Sou imensamente grato por esse privilégio e alegria.