mormon.org Mundial
Caroline: Mórmon.

Oi, eu sou Caroline

Sobre mim

Tenho 30 anos. Nasci em Criciúma, Santa Catarina, e vivi lá por 23 anos. Casei em 2007 e me mudei para São Paulo. Hoje moro nos EUA com minha família. Sou jornalista e me dediquei a carreira até o nascimento do meu primeiro filho, Miguel, em outubro de 2011. Desde então sou mãe em tempo integral. De brinde, em 2013, recebemos a nossa princesinha Isadora. Eles são a razão da minha vida. Eu e meu marido nos preocupamos muito em sermos bons exemplos para eles e também em formarmos bons cidadãos e cristãos para o mundo.

Por que sou mórmon?

Meu avô se filiou à igreja no início da década de 70 no sul de Santa Catarina. Por esse motivo tive a benção de nascer numa família que já vinha sendo ativa na igreja. Mesmo assim, em um certo momento da minha vida tive a necessidade de saber por mim mesma se as escolhas que estava fazendo eram as certas. "Tudo o que havia aprendido na igreja era mesmo verdade?". E foi no meio de grandes dificuldades e tristezas pessoais que tive a certeza de que sim, eram verdades... Sim, o Evangelho era o caminho que eu gostaria de seguir. Sim, todos os princípios que eram me ensinados desde pequena era o que ia me tornar uma pessoa melhor. O Livro de Mórmon e Doutrina e Convênio me fizeram saber onde encontrar a paz para os meus problemas e saber, sem dúvida nenhuma, do grande amor e misericórdia que Deus tem por cada um de nós. Também pude sentir o acolhedor e fraternal amor de Cristo enquanto, de joelhos, pedia para Deus ouvir minha orações.

Como vivo minha fé

Hoje tenho mais vontade de viver a minha fé por causa de meus filhos. E é bem simples... Frequência à igreja, leitura das escrituras, oração diária, reunião familiar todas as semanas... Vivendo um dia de cada vez, assim como o nosso querido profeta, Thomas S. Monson, nos aconselhou. Para que no fim, a vida com um todo tenha sido guiada pelo Evangelho de Cristo. E eu espero que meus filhos, apesar se todas as dificuldades diárias que temos, possam saber que Jesus Cristo é o único caminho seguro a seguir.