mormon.org Mundial
Danna: Música, Converso, Oportunidade, Cantor, Familia, Sozinha, Mórmon.

Oi, eu sou Danna

Sobre mim

Moro com minha mãe e meu padrasto e sou a única de minha família na Igreja.

Por que sou mórmon?

Eu comecei a ouvir músicas de um cantor que tem algumas qualidades que são difíceis de se encontrar hoje, ele tem uma luz especial e isso me chamou a atenção eu descobri que ele é mórmon, comecei a conhecer a Igreja pela Internet, e algum tempo depois, eu procurei uma capela. Hoje, eu tenho vários amigos e amigas que são membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, eu sei que aquela luz, aquele brilho que me chamou a atenção, está em todos os Santos dos Últimos Dias e quando estou nos edifícios da igreja, não me sinto mais em um lugar desconhecido, me sinto em casa, sei que estou no melhor lugar do mundo, eu sei que eu estou no caminho certo, porque eu sei que essa igreja é verdadeira.

Histórias Pessoais

Por que os mórmons fazem o trabalho de história da família ou genealogia?

A família é o que nós temos de mais importante no mundo e nós acreditamos que podemos viver com nossas famílias para sempre, e para que isso aconteça, precisamos cumprir as ordenanças sagradas, como por exemplo, o batismo, e nós fazemos o trabalho de historia da família, para que possamos saber quem são os membros de nossa família e fazer as ordenanças, pelos que já faleceram e não tiveram a oportunidade de fazê-las.

Como o Livro de Mórmon o aproximou mais de Deus?

A Bíblia para mim, sempre foi incompleta, quando li o Livro de Mórmon e as outras obras padrão da Igreja (Doutrina & Convênios e Pérola de Grande Valor) eu tive a certeza de que era a parte que faltava, porque uma completa a outra e eu pude compreender muito mais coisas, isso me aproximou mais de Deus.

Por que/Como vocês compartilham o evangelho com seus amigos?

Para mim, não é difícil compartilhar o evangelho, porque as pessoas acabam me fazendo perguntas, e as respostas saem naturalmente. O que eu mais gosto de fazer é presentear meus amigos e parentes com o Livro de Mórmon e convidar as pessoas que se mostram interessadas a procurar a capela mais próxima da casa delas ou visitar a minha ala mesmo. Eu sei que às vezes eu posso conversar com alguém, durante apenas cinco minutos e talvez eu nem me lembre disso, mas para essa pessoa, pode ser tudo o que ela mais ansiava por encontrar e ela pode acabar procurando mais a respeito da Igreja e se convertendo, e eu acredito nisso, porque a pessoa que me apresentou a Igreja, não me conhece, não sabe quem eu sou e nem minha historia, apenas deu bons exemplos, o que me fez perceber que ele é diferente, e eu quis saber o porque, procurei saber mais a respeito da Igreja, e soube que ela é verdadeira e que eu encontrei o caminho certo a seguir.

Como vivo minha fé

Sempre que vou à capela ou ao templo, as pessoas me perguntam como é a igreja, e eu aproveito ao máximo cada oportunidade. No meu trabalho eu também aproveito as oportunidades, e já presenteei algumas colegas com O Livro de Mórmon.