mormon.org Mundial

Oi, eu sou Sarah

  • Sarah Osmotherly
  • Sarah Osmotherly
  • Sarah Osmotherly
  • Sarah Osmotherly
  • Sarah Osmotherly
  • Sarah Osmotherly
  • Sarah Osmotherly

Sobre mim

Sou viciada em chocolate e adoro rir. Cresci no interior da Austrália. Sou meio moleca, a palhaça da turma e tenho uma quantidade absurda de energia. Adoro morar na Austrália (que chamamos de terra da promissão!) com meu marido trabalhador e nossa linda filhinha. Moramos numa parte maravilhosa do mundo, nos arredores de Sydney. Temos a praia de um lado e um lago do outro. A vida é bela e maravilhosa. Tenho minha própria empresa de relações públicas, da qual me afastei um pouco para passar mais tempo com minha família. Estou adorando ser mãe e dona de casa em tempo integral: nunca pensei que me ouviria dizer isso! Meu marido me surpreendeu muito, poucos anos depois de nos casarmos, quando disse que queria realizar seu sonho de ser médico. Fiquei chocada e grávida! Mas vendo a determinação nos olhos dele, apoiei a decisão dele, trocamos de papéis e passei cinco anos sustentando a família. Felizmente, a jornada muitas vezes impossível chegou ao fim, e agora ele é um médico de família muito amado. Nossa família foi imensamente abençoada por ele ter seguido seu sonho. Ele é um homem incrível. Adoro minha carreira, mas a troca do salto alto por chinelos e do tapete vermelho das celebridades pela caminhada com minha filha até a escola foi um ponto decisivo em minha vida. Nunca me senti mais feliz. A vida realmente é desfrutar as coisas simples. Quando não estou fazendo experiências com chocolate na cozinha, gosto de andar de bicicleta com a família, lutar boxe, fazer ioga, ver filmes, almoçar com minha mãe e tentar aprender mandarim!

Por que sou mórmon?

Isso sem dúvida ajuda muito nas reuniões sociais! Simplesmente, isso me dá muita alegria na vida. Acordo todos os dias com paz e esperança por causa da minha fé. Alguns me perguntaram se é uma fé cega, mas quando vejo o bem incrível que faz a fé, quando vejo vidas mudando para melhor, vejo a felicidade na vida em família e em minha própria vida, não há como questionar, porque vejo a fé funcionando todos os dias. É sincera, é verdadeira e é real. A vida pode ser difícil, mas ser mórmon parece torná-la um pouco mais fácil, ao fazer escolhas melhores, erguer-nos logo que caímos, orar pedindo ajuda, valorizar a vida, e pensar: “não importa o que aconteça, desfrute!” Sinto-me muito abençoada por minha mãe ter tido a bondade de deixar os missionários entrarem na casa dela há mais de 50 anos e por ela ter tido a fé para aceitar o convite de filiar-se à Igreja. Ela dedicou a vida a ajudar as pessoas, desde aquela época. Ela teve um incrível sentimento de serenidade e veracidade ao aprender com os missionários, e por fim encontrou a resposta para as três perguntas mais importantes da vida: de onde ela veio, por que está aqui, e para onde vai. Ela sentiu uma paz verdadeira. Pelos mesmos motivos, sou mórmon. Não porque minha mãe acredita, mas porque ela me incentivou a descobrir por mim mesma, e foi o que fiz.

Como vivo minha fé

Os mórmons têm uma vida feliz, amam a família, adoram uma vida saudável, o trabalho árduo, ajudar os outros, a honestidade, a oração, a história da família e, mais importante, amam Jesus Cristo. Ele é o ponto central de nossa religião. É assim que vivo minha religião: fazendo todas essas coisas e sorrindo pelo caminho. Ser mórmon não é apenas uma religião de domingo. É um compromisso diário. Adoro participar de um estudo em grupo com outras mulheres de nossa igreja local todas as quartas-feiras. Aprendemos mais sobre nosso relacionamento com Deus e Jesus Cristo, como ser melhores mães, esposas e amigas na comunidade, e passamos muito tempo rindo e às vezes até chorando! Trabalho como voluntária com os jovens da Igreja, como líder das Moças. Temos uma noite de atividades por semana, uma aula aos domingos e também acampamentos, bailes e outras aventuras divertidas pelo caminho. Ensinamos às moças de doze a dezoito anos como adotar o valor individual, como viver sua fé, fazer boas escolhas, adquirir conhecimento, prestar serviço aos outros, ter integridade, ser responsáveis por suas decisões e desfrutar a vida. É muito recompensador. Um meio de ajudar nossa fé a se manter forte no lar e a manter-nos unidos é nossa reunião familiar nas noites de segunda-feira, a que damos o nome de noite familiar. Passamos um tempo falando da semana, lendo histórias das escrituras para as crianças e depois fazemos algo divertido em família, geralmente com algo para comer depois! No final da noite, cada um diz uma coisa boa que adoramos uns nos outros, essa é a parte favorita de minha filhinha. Isso torna nosso lar um lugar bem mais feliz. Uma parte maravilhosa da fé mórmon é a crença de que estaremos juntos como família depois desta vida, por toda a eternidade. Essa crença me dá ainda mais determinação de viver minha fé diariamente, sendo a melhor mãe, esposa, irmã, filha e amiga que posso ser.