mormon.org Mundial

O Livro de Mórmon

A Palavra de Deus

Solicite um exemplar gratuito do Livro de Mórmon

Os missionários, neste momento, estão entregando exemplares do Livro de Mórmon em todo o mundo. Então, que livro é esse? Se ele é distribuído gratuitamente, por que tantos membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias consideram seu Livro de Mórmon um de seus bens mais preciosos? Que tipo de livro pode causar a mudança de vida, mente e coração de tantos leitores? Que tipo de livro pode responder às perguntas aparentemente sem respostas com relação à vida?

O Livro de Mórmon é a palavra de Deus, assim como a Bíblia. É escritura sagrada, com forma e conteúdo semelhantes à Bíblia. Os dois livros contêm a orientação de Deus conforme revelada aos profetas bem como histórias religiosas de diferentes civilizações. Enquanto a Bíblia é escrita para e sobre as pessoas da terra de Israel e imediações e abrange da criação do mundo até pouco depois da morte de Jesus Cristo, o Livro de Mórmon contém a história e os procedimentos de Deus com o povo que viveu nas Américas aproximadamente entre 600 AC e 400 DC. Os profetas do Livro de Mórmon registraram a comunicação de Deus com Seu povo, que foi compilada por um profeta chamado Mórmon, em placas de ouro.

Antes de esses fiéis cristãos perecerem, seu registro foi escondido para sua segurança. Joseph Smith obteve esses registros em 1827 e com o dom e poder de Deus foi capaz de traduzir os escritos antigos para o que temos hoje. O Livro de Mórmon, junto com a Bíblia, testifica que Jesus Cristo é nosso divino Redentor e que, vivendo de acordo com Seu evangelho, podemos encontrar paz nesta vida e felicidade eterna na vida vindoura.

Traduzido pelo Poder de Deus

Quando Joseph Smith estava com 21 anos de idade, um anjo chamado Morôni deu a ele os registros antigos. Joseph possuía pouca educação formal e não conhecia o idioma antigo escrito nas placas de ouro, mas ele foi capaz de traduzi-lo porque Deus deu a ele o dom e o poder para fazê-lo. A tradução durou menos de três meses e, em 1830, 5.000 exemplares do Livro de Mórmon foram publicados em Palmyra, Nova York. Deus escolheu Joseph como profeta, vidente, revelador e tradutor para restaurar A Igreja de Jesus Cristo nos tempos modernos e o Livro de Mórmon era fundamental para essa restauração. Joseph Smith recebeu um chamado extraordinário e, por ter-se mantido digno das bênçãos do céu, foi capaz de trazer o Livro de Mórmon ao mundo.

Saiba Mais Sobre Joseph Smith

O Livro de Mórmon Presta Testemunho de Cristo

Cremos que ter fé em Jesus Cristo é o primeiro passo para entender o evangelho e receber a felicidade eterna que Deus, nosso Pai Celestial, quer para nós. Mas qual a origem dessa fé? Como podemos crer que Jesus Cristo é nosso Salvador se não sabemos quem Ele é ou o que Ele fez? Podemos desenvolver fé em Jesus Cristo ao ler a Seu respeito nas escrituras e orar para saber se o que lemos é verdadeiro.

Sua página de rosto afirma que o propósito do Livro de Mórmon é convencer a todos nós “que JESUS é o CRISTO, o DEUS ETERNO, que se manifesta a todas as nações”. Foi escrito para ajudar-nos a desenvolver o verdadeiro conhecimento de Jesus Cristo e de Sua missão na Terra. O Livro de Mórmon reafirma o que aprendemos na Bíblia, que Jesus Cristo é o Filho de Deus Que veio à Terra ajudar-nos a vencer nossos pecados. Os povos descritos no Livro de Mórmon, os nefitas e os lamanitas, registraram seu testemunho de Jesus Cristo. Muitos dos profetas que escreveram os registros que formam o Livro de Mórmon viram Cristo pessoalmente, exatamente como aconteceu com o Apóstolo Paulo, como registrado na Bíblia (ver Atos 9:3-6). O ponto alto do livro é quando Jesus apareceu a todos os nefitas logo após ter ressuscitado. Ele os abençoou, ensinou seu evangelho e disse:

O Livro de Mórmon e a Bíblia Apoiam-se Mutuamente

Algumas pessoas pensam que, porque lemos o Livro de Mórmon, não lemos a Bíblia. Isso não é verdade. É como dizer que não comemos laranja porque comemos maçã. As duas frutas são boas! O Livro de Mórmon não é um substituto da Bíblia. De fato, porque o Livro de Mórmon e a Bíblia contêm o evangelho de Jesus Cristo como foi revelado a diferentes civilizações, estudar os dois livros juntos pode esclarecer alguns conceitos de difícil compreensão. O Livro de Mórmon diz para lermos a Bíblia e afirma que sua mensagem é verdadeira (Mórmon 7:8-10). E na Bíblia, Jesus disse aos Apóstolos: “Tenho outras ovelhas que não são deste aprisco também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor” (João 10:16). Cristo visitou essas “outras ovelhas” no continente americano depois de Sua ressurreição e ensinou aos nefitas a mesma mensagem que ensinou ao povo de Israel. O Livro de Mórmon deixa claro que a mensagem de Jesus Cristo e Sua Expiação não beneficiam apenas um grupo de pessoas de determinada época. Elas são para todos, em todo lugar, do início da Terra ao final. Ter o Livro de Mórmon como outro testamento de Jesus Cristo nos lembra de que Ele Se importa com cada um de nós.

O Livro de Mórmon Responde às Perguntas da Alma

Muitos de nós temos perguntas difíceis dentro de nossa mente — do tipo que ninguém poderia realmente nos responder. Algumas são respostas mais abrangentes sobre a natureza de nossa existência, como as listadas abaixo:

Solicite um exemplar gratuito do
Livro de Mórmon.

Ao lermos o Livro de Mórmon, aprendemos sobre o evangelho e o plano de felicidade de Deus. O conhecimento dessas coisas coloca nossas indagações na perspectiva eterna. Da escritura que diz que essa vida é “um tempo de preparação para o encontro com Deus”, por exemplo, aprendemos que continuaremos a existir depois de morrer e que, se guardarmos os mandamentos, podemos voltar ao céu (Alma 12:24). Também aprendemos que o arrependimento, o perdão e o convênio de servir ao próximo são essenciais para nossa salvação eterna. Qualquer uma dessas perguntas da alma pode ser respondida aplicando-se o evangelho de Jesus Cristo como está escrito no Livro de Mórmon.

O Livro de Mórmon Aproxima as Pessoas de Deus

Algumas descrições de Deus fazem com que Ele pareça um ser abstrato e inatingível, ou irado e vingativo, mas aprendemos no Livro de Mórmon que “Deus se lembra de todos os povos” (Alma 26:37) e que, como o profeta Leí no Livro de Mórmon, podemos estar “eternamente envolvido[s] pelos braços de seu amor” (2 Néfi 1:15).

Apesar de talvez não conseguirmos falar com Deus face a face nesta vida, Ele nos dá as escrituras para ajudar-nos a nos aproximar Dele. A respeito do Livro de Mórmon, Joseph Smith declarou que: “Seguindo seus preceitos o homem se aproximaria mais de Deus do que seguindo os de qualquer outro livro”. Achegamo-nos a Deus edificando a fé Nele e edificamos a fé Nele quando aprendemos sobre Seu plano e seguimos Seus mandamentos.

O Livro de Mórmon nos ensina o plano de Deus e nos mostra como aqueles que vivem de acordo com Seus conselhos são abençoados nesta vida e na eternidade. Quando lemos em espírito de oração, o Espírito Santo pode nos ensinar, profundamente em nosso coração, que as palavras no Livro de Mórmon são a mensagem de nosso Pai Celestial para nós, enviadas para nos guiar pela vida.

Como saber se O Livro de Mórmon é Verdadeiro

Claro que uma coisa é ler o Livro de Mórmon e outra é acreditar profundamente em nosso coração que ele é verdadeiro. Essa crença sincera, ou testemunho, na veracidade do Livro de Mórmon vem quando Deus envia Seu Espírito para confirmar a verdade do que lemos. Podemos sentir essa confirmação quando estudamos o Livro de Mórmon com diligência e fé, conforme a promessa na escritura a seguir:

O método de Deus é simples: nós lemos o Livro de Mórmon; oramos e pedimos a Deus que nos diga se o que lemos é verdadeiro e Ele nos responde por meio de sentimentos de paz e da confirmação dada pelo Espírito Santo. Em primeiro lugar, temos que estudar o Livro de Mórmon diligentemente, aplicando seus princípios em nossa vida e fazendo o possível para entender as lições que Deus quer que aprendamos. Em segundo lugar, temos que orar “com um coração sincero e com real intenção, tendo fé em Cristo”. Precisamos esperar e acreditar que Deus nos responderá e talvez tenhamos que orar mais de uma vez. Finalmente, precisamos estar desejosos de aceitar a resposta quando ela vier, e ela virá. Acreditar que o Livro de Mórmon realmente contém a palavra de Deus significa que estamos desejosos de viver os padrões de fé e obediência que Deus descreve no livro. Deus prometeu que nos abençoará abundantemente se vivermos à altura de Seus altos padrões.