mormon.org Mundial

A Igreja de Cristo

A Igreja de Jesus Cristo

Como recompensa por seguir o caminho de Jesus Cristo, Ele promete-nos muitas coisas, duas delas são respostas às nossas orações e descanso para nossa alma. Nós todos precisamos de descanso. Todos temos algum desafio. A todos nós Ele diz: Abandonem seus fardos. Deixem-me aliviar sua carga. Saiam da escuridão e venham para a luz. Ele também nos promete paz. “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou (…). Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize” (João 14:27).

O mapa para chegar ao Pai Celestial e a Seu Filho Jesus Cristo está delineado no evangelho restaurado e é ensinado na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Começa com o batismo para fazermos parte do rebanho de Cristo, a participação em Suas ordenanças sagradas e a integração em Sua Igreja. A jornada prossegue com a participação em uma congregação amigável cujo propósito é elevar e ser elevado — e finalmente, ser salvo no reino de Deus.

Nossos Membros

Fato difícil de imaginar, considerando que a Igreja foi estabelecida em 1830 com uma pequena congregação de apenas alguns membros. Diferente do que muitos pensam, atualmente somente cerca de quatorze por cento dos membros moram em Utah e mais da metade vive fora dos Estados Unidos. A Igreja tem aproximadamente 30.000 congregações e mais de 130 templos em todo o mundo. Suas revistas são impressas mensalmente em 50 idiomas e ela já publicou mais de 100 milhões de exemplares do Livro de Mórmon em mais de 93 idiomas. Com mais de 50.000 missionários em 162 países, o número de membros continua a aumentar. Reunimo-nos em congregações locais chamadas alas ou ramos a cada domingo para adorar a Deus e aprender. Um bispo ou presidente de ramo doa voluntariamente muitas horas a cada semana para liderar sua congregação sem receber remuneração.

Como Conhecer Nosso Povo

Servir na Igreja

Digamos que nossa vizinha fique muito doente. Ela ora fervorosamente para que Deus a ajude a melhorar, dê-lhe paz e a ajude a cuidar de seus filhos. Deus ouve sua oração e envia uma de nós para ajudar. Se nós ouvirmos Sua inspiração, saberemos que ela precisa de uma visita, nós a ajudaremos com os filhos e possivelmente lhe prepararemos uma refeição. Quando servimos umas às outras, estamos servindo a Deus. Nós também servimos voluntariamente em nossa congregação, seja dando aulas na Escola Dominical, trabalhando com os jovens, organizando projetos de serviço ou cuidando da limpeza e manutenção da capela.

As Bênçãos do Templo

Por Que os Mórmons Constroem Templos 03:14

Que maior paz pode alguém ter do que saber que pode viver com sua família após a morte? O propósito principal de nossos mais de 130 templos sagrados é unir as famílias para a eternidade. Quando um homem e uma mulher são casados no templo, seu casamento não termina com a morte, mas pode durar eternamente. No templo, os membros também podem realizar ordenanças importantes por membros de sua família que morreram antes de terem a oportunidade de ser batizados na Igreja. O que significa que eles ainda podem aceitar o plano de salvação de Deus mesmo após morrerem. Todos são bem-vindos para visitar os belos jardins e arredores de qualquer um de nossos templos. Também podem comparecer à visitação pública que acontece antes da dedicação do templo para sua obra sagrada, depois do que somente os membros dignos podem entrar.

Um Povo do Convênio

Um convênio é um acordo solene entre Deus e Seus filhos. Ao fazer promessas sagradas de guardar os mandamentos de Deus, tornamo-nos um povo do convênio. O Salvador disse: “Se me amais, guardai os meus mandamentos” (João 14:15). Ele nos ama ao ajudar-nos a voltar a Ele. Para que os convênios sejam válidos, participamos de uma cerimônia sagrada, chamada ordenança, que é conduzida por alguém que possui a autoridade de Deus.

Jesus é batizado por João O primeiro deles é o batismo. O batismo abre o portão e assim começa a jornada que nos levará de volta a Sua presença. Esse convênio é um compromisso que assumimos de seguir Jesus Cristo por toda a vida. Ele simboliza o fim de nossa velha vida e o início de uma nova vida como discípulo de Cristo. Ao perseverarmos no caminho de volta a Deus, há outros convênios que aceitamos e outras ordenanças que recebemos. Os homens dignos podem ser ordenados ao sacerdócio. Em nossos templos, um dos mais importantes convênios que fazemos é a ordenança do casamento, que une o homem e a mulher para toda a eternidade. Seus filhos podem, então, ser parte de sua família eterna.

Saiba mais sobre os Mandamentos de Deus

O Estudo das Escrituras

É difícil imaginar que algo escrito há mais de mil anos pudesse nos ajudar agora. Mas como a sabedoria de Deus é eterna, nós podemos ler as escrituras e aplicar suas lições hoje. Elas são guias que nos ajudam a enfrentar os desafios desta vida. Também formam a literatura mais motivadora de todos os tempos, pois oferecem esperança e consolo em todas as situações. Deus nos pede que estudemos Suas escrituras para que conheçamos Sua vontade. Nós reconhecemos como escrituras os seguintes livros: A Bíblia na versão de João Ferreira de Almeida, o Livro de Mórmon, Doutrina e Convênios e A Pérola de Grande Valor.

Mais sobre o Livro de Mórmon e a Bíblia

Orar Frequentemente

Qualquer pessoa pode orar, em qualquer lugar e a qualquer hora. Seja ajoelhado, sentado ou de pé, orando em voz alta ou em silêncio, em grupo ou individualmente, Deus nos ouvirá e responderá. Orar é tão fácil e tão simples que talvez não agradeçamos o suficiente pelo privilégio que é. É uma linha direta de comunicação com nosso Pai Celestial que quer nos ajudar em todos os nossos problemas e as nossas perguntas. Mesmo que Ele nem sempre responda imediatamente ou da maneira que esperamos, cremos nas escrituras quando dizem: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á” (Mateus 7:7).

Apoiar Nossos Líderes

Os mórmons são membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e se comprometem a honrar e seguir a vontade de Deus, que vem por meio de Seu Profeta e de Seus Apóstolos. Isso significa que em espírito de oração ouvimos suas palavras, damos-lhes apoio e oramos por seu bem-estar. As mulheres, assim como os homens, servem missões, ocupam posições de liderança, reúnem-se em conselhos de liderança e regularmente ensinam e oram em nossos serviços de adoração na Igreja. As mulheres dirigem várias organizações da Igreja em todo o mundo, inclusive a Sociedade de Socorro, a maior organização mundial de mulheres; a Organização das Moças, que atende moças de 12 a 18 anos de idade; e a Organização da Primária, que ensina crianças de 18 meses a 12 anos de idade. As oportunidades de serviço são quase ilimitadas e, trabalhando juntos, as mulheres e os homens da Igreja podem realmente atender ao chamado do Salvador, Que pediu a Seus discípulos que apascentassem Suas ovelhas (João 21:16–17).

Estar Preparados

Quase toda semana ficamos cientes de um novo desastre que ocorreu em algum lugar do mundo. Mas desastres podem também ocorrer dentro das paredes de nosso lar. Essas calamidades podem ser a perda do emprego, uma grande dívida, uma doença grave, a hipoteca da casa que não conseguimos mais pagar e assim por diante. Cremos em estar preparados o máximo possível para tais desafios. Por exemplo, somos aconselhados a ter um suprimento adequado de alimentos, água potável e reservas financeiras.

Auxilio Humanitário e Serviços de Bem-Estar

Quando terremotos e inundações causam estragos em todo o mundo, a Igreja quase sempre está lá oferecendo ajuda fornecida por seus membros. Não discriminamos ninguém, não importa sua religião, raça ou nacionalidade. Esse auxílio foi levado a 147 países, sendo estimado em dezenas de milhares de dólares a cada ano. Faz parte do plano de Deus que aliviemos o fardo uns dos outros e sejamos Suas mãos na Terra. O programa de Bem-Estar da Igreja também auxilia pessoas necessitadas em nossa vizinhança oferecendo ajuda temporária na forma de alimentos, roupas e na procura por emprego. Os beneficiários têm a oportunidade de trabalhar, se possível, em troca dessa ajuda.

O Dízimo e as Ofertas de Jejum

O Senhor aconselhou-nos a pagar dez por cento de nossa renda como dízimo a fim de ser usado por Sua Igreja aqui na Terra. Os líderes da Igreja não recebem pagamento por seu trabalho. Para aqueles que pagam o dízimo, Deus prometeu bênçãos grandiosas. Pagar o dízimo é também uma maneira de mostrar que os bens materiais e o acúmulo de riquezas não são os objetivos principais de nossa existência. O dízimo não é algo novo. Existe desde a época do Velho Testamento, antes de Cristo nascer (ver Malaquias 3:8-10). Uma vez por mês, os membros da Igreja também ficam sem comer e sem beber por duas refeições consecutivas e fazem uma oferta de jejum equivalente ou maior que o valor dessas duas refeições. Os bispos podem usar essa doação para cuidar dos necessitados em sua área.

Proclamar Sua Palavra

Isso é o que nossos mais de 50.000 missionários de tempo integral fazem. Provavelmente você já os viu nas ruas de sua cidade. São fáceis de reconhecer, pois estão sempre em dupla, vestem ternos ou vestidos e usam uma plaqueta de identificação com o nome deles. A maioria deles é jovem, com menos de 25 anos de idade, mas muitos são mais velhos, aposentados, que escolheram servir também. Seu compromisso e sua devoção são impressionantes quando se leva em consideração que a maioria serve entre 18 e 24 meses e financia sua missão totalmente, com exceção do transporte de ida e volta de seu campo de trabalho. “Foram os dois melhores anos de minha vida!” é uma frase comum dita pelos ex-missionários.

Nós também levamos e ensinamos a palavra de Cristo a nossa família, à vizinhança e a nossas congregações . Todos os mórmons, inclusive as crianças e os adolescentes, proferem discursos sobre o evangelho no púlpito de nossa Igreja.

Ensinamos lições do evangelho na Primária (a organização das crianças), nos Rapazes e nas Moças (nossas organizações dos jovens), na Sociedade de Socorro (para mulheres adultas) e no Sacerdócio (para os homens). Temos aulas de educação religiosa nos dias da semana para adolescentes e membros adultos com idade de frequentar a faculdade. Levar a mensagem de Deus por meio de palavras e ações é parte essencial de nossa vida.

Conheça os missionários mórmons em sua área

Ajudar Nosso Próximo

Proclamamos a palavra de Deus quando fazemos Suas obras. Isso significa aumentar nossa área de influência para além dos limites de nossas congregações. Isso significa coisas como serviço comunitário e ajuda os pobres e necessitados. Cristo disse:

“Quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes” (Mateus 25:40).

Os pioneiros mórmons enfrentaram muita perseguição, porque seus vizinhos se sentiam ameaçados por sua percepção comercial, política e religiosa. Mesmo hoje alguns enfrentam zombarias devido a algumas de suas crenças distintas como se abster de bebidas alcoólicas, permanecer castos antes do casamento e usar roupas recatadas. Os líderes da Igreja sempre nos incentivam a trazer outras pessoas para o rebanho, a respeitar e admirar as religiões do mundo e precaver-nos contra a hipocrisia.

A História da Família

“Por que o grande interesse na história da família?” sempre nos perguntam. É porque cremos que as mais altas bênçãos do templo são as cerimônias que unem o homem, a mulher e seus filhos em relacionamentos familiares eternos. Desejamos que todos tenham a oportunidade de desfrutar delas — mesmo nossos antepassados que já morreram — então realizamos essas cerimônias solenes e outras para eles vicariamente. Então, as pessoas falecidas têm a chance de aceitar ou rejeitar essas ordenanças no mundo espiritual. Consequentemente, a pesquisa genealógica ou da história da família é uma precursora fundamental do trabalho do templo para as pessoas falecidas.

Reconhecendo que milhões de pessoas em todo o mundo têm razões próprias para se interessar pela história da família, disponibilizamos nossa coleção de microfilmes e registros digitalizados gratuitamente a todos. De fato, a Biblioteca de História da Família em Salt Lake City, Utah, é a maior biblioteca genealógica do mundo e fornece acesso a muitas coleções de registros, com mais de dois bilhões de nomes de pessoas falecidas. Também operamos gratuitamente um dos serviços genealógicos mais conhecidos da Internet no site www.familysearch.org . O site contém bilhões de nomes de mais de 110 países e territórios e inclui, entre outros registros, o Censo dos Estados Unidos de 1880, o Censo Canadense de 1881, o Censo Britânico de 1881, o banco de dados de Ellis Island e os Registros do Freedman’s Bank.

Por que a história da família é tão importante?